sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Aos que importam

Por Fabiana Ribeiro

Poucas coisas nos marcam tanto quanto os acontecimentos da infância. Quando tudo era o primeiro.
O que pensamos ter deixado para trás é o que realmente ecoa por toda nossa vida. Sendo bom ou ruim, é o que nos acompanha como base.
Tem pessoas que estamos ligadas desde antes do nosso nascimento. E estaremos ligadas mesmo depois da morte.
Como é importante que essas pessoas nos compreendam. Sua opinião importa tanto. E dói quando não concordamos.
O que queremos é que entendam que nossa pretensão daqui, desta vida tão curta, é sermos felizes. E a felicidade não está somente no sucesso, mas na alegria por realizar os desejos do nosso coração.
Que nos soltem, mas não se esqueçam de nos amparar. Mesmo quando o que precisamos seja somente um olhar carinhoso.
Sabemos que coisas não voltam atrás, mas não sei por que sempre nos acompanha um pensamento de que poderia ter sido tudo diferente. Talvez porque seja verdade. Poderia mesmo ter sido diferente.
Mas se não dá para mudar o que já foi, sabemos por onde recomeçar...
Quem sabe aceitando que todos estamos tentando acertar.


Cena final do episódio "Herói" - série Anos Incríveis (The Wonder Years).


Pesquisar

Seguir por E-mail

Tags

Amizade Amor Lealdade Maísa Bortoletto Fabiana Ribeiro Saudade Carinho Companheirismo Fé Esperança Poesia Poema Literatura Rubem Alves Dor Perdão Felicidade Paz Mário Quintana Regina Volpato Lya Luft Charles Chaplin Coragem Aniversário Camões Música Anos 70 José Saramago Martha Medeiros Elegância Correria Vida Moderna Mulher Pai Mãe Filhos