quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

A História dos Camelos


Uma camela e seu filhote estavam à toa, quando de repente o bebê camelo perguntou:

_ Mãe, mãe, posso lhe perguntar algumas coisas?


_ Claro! O que está incomodando o meu filhote?

_ Por que os camelos têm corcova?

_ Bem, meu filhinho, nós somos animais do deserto, precisamos das corcovas para reservar água e por isso mesmo somos conhecidos por sobreviver sem água!

_ Certo, e por que nossas pernas são longas e nossas patas arredondadas?

_ Filho, certamente elas são assim para nos permitir caminhar no deserto. Sabe, com essas pernas eu posso me movimentar pelo deserto melhor do que qualquer um!

_Tá... Então, por que nossos cílios são tão longos? De vez em quando eles atrapalham minha visão.

_ Meu filho, esses cílios longos e grossos são como uma capa protetora para os olhos. Eles ajudam na proteção dos seus olhos quando atingidos pela areia e pelo vento do deserto!

_ Ahhh! – concordou o camelinho.

_ Então a corcova é para armazenar água enquanto cruzamos o deserto, as pernas para caminhar através do deserto e os cílios são para proteger meus olhos do deserto.

_ Isso mesmo, meu filho!

_ Então... o que estamos fazendo nesse tal de zoológico?

MORAL DA HISTÓRIA: "Não adianta você ter tudo se você não está no lugar certo!"

Você está no lugar certo?

10 comentários:

  1. Historinha inteligente meninas!
    Muiitoo inteligente msm!
    Sabe, eu fiquei aki um bom tempo lendo, relendo e tentando achar a MINHA resposta.
    Sim e não.
    Essas duas palavras me são agora tão íntimas e fazem uma bagunça um tanto considerável na minha cabeça.
    O mais provável agora é:
    "QUEM SABE?!"


    Beijoss queridoonass!

    *Acho que vou pra cama pensando nisso hoje.
    Só não vale sonhar com camelo!
    Eu aceito um Edson Celulari!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Kkkk! Boa, Jainy! Obrigada por comentar.
    Beijos,
    Maísa

    ResponderExcluir
  3. Ah!
    Maginaaa!
    È sempre um prazer!
    Mas agora eu fiquei curiosa para saber a resposta de vocês.
    Bora comentar tbém?! hsuahaaa

    Beijoooo!

    ResponderExcluir
  4. Esperteeenha, você hein, Jainy! kkkkkkk
    Vou colar aqui o que respondi então:
    Queria acreditar que estou no lugar certo.
    Talvez esse lugar que parece errado pode ser um dos caminhos que me levarão ao lugar certo. Vai saber...
    Mas se pra chegar lá temos que passar por caminhos esquisitos... Que ruim, mas simbóra! Fazer o que? (Será que isso tudo pra gente aprender a dar valor? Ah, nem precisava tanto, né?) rs
    Foi isso que respondi e a Má me disse que só não pode se acomodar. Não mesmo! Então que eu esteja pelo menos no caminho certo. Tomara!
    Beijos, flor!
    Fabi

    ResponderExcluir
  5. Tomara mesmo!

    Ahhhaaaasoouu Bihh!

    Beijoos!

    ResponderExcluir
  6. "Quando as coisas não acontecem do jeito que a gente quer, é porque elas vão acontecer melhor do que se pensa"

    Era isso!
    Beijos,
    Fabi

    ResponderExcluir
  7. Sò falta a Má agora neh Biihh?!
    rs rs rs

    ResponderExcluir
  8. Uau!
    Eu já tinha visto este post, mas ainda não tinha lido.
    Li e ainda estou pensando sobre...
    Minha resposta, sem justificativa, é: Não estou no lugar certo.
    Mas outra coisa me ocorreu...
    ... almejamos tantas coisas em nossas vidas, queremos estar em outros lugares, com outras pessoas, em outra função, novos desafios... enfim, desejamos coisas que, talvez, não nos sejam palpáveis por não estarmos “aptos”. Queremos pisar com nossos pés chatos e curtos num chão onde só se pode pisar com patas arredondas e longas; queremos tomar a frente das coisas com nossos cílios curtos e depois de muito cisco nos olhos nos acomodamos com o vácuo. Mas não precisa ser assim, alias, não deve ser assim. Pois, se podemos direcionar nossa potencialidade para algo grande; se podemos tomar nosso lugar, o lugar certo. Também podemos, da mesma forma, nos preparáramos melhor para o lugar onde queremos estar, o lugar que julgamos ser o certo.

    Se eu quero morar no Canadá, preciso criar possibilidades para que isso de fato ocorra, isto é, aprender Inglês ou Francês, guardar dinheiro, tomar as providências necessárias, me preparar para conviver com outra cultura... Preciso me preparar, criar aptidão para isto.

    Beijos, meninas.
    Dai

    ResponderExcluir
  9. Concordo!
    Que lindo, Dai.

    Amei o seu exemplo. ♥ *__*
    Boa sorte para nós que buscamos o lugar certo!

    Beijosss,
    Fabi

    ResponderExcluir
  10. Boa sorte pra nós, Fabi! ♥

    Beijos, minha amiga.
    Dai

    ResponderExcluir

Pesquisar

Seguir por E-mail

Tags

Amizade Amor Lealdade Maísa Bortoletto Fabiana Ribeiro Saudade Carinho Companheirismo Fé Esperança Poesia Poema Literatura Rubem Alves Dor Perdão Felicidade Paz Mário Quintana Regina Volpato Lya Luft Charles Chaplin Coragem Aniversário Camões Música Anos 70 José Saramago Martha Medeiros Elegância Correria Vida Moderna Mulher Pai Mãe Filhos