terça-feira, 11 de agosto de 2009

Até Quando?

Por Fabiano Pascarelli

Até quando nós, o povo brasileiro, vamos sofrer calados com todo o tipo de injustiça e violência que sofremos?
Até quando sofreremos impassíveis o assalto do governo e a violência dos marginais?
Até quando ficaremos assistindo pessoas inocentes sendo mortas por bandidos e pela omissão dos nossos magníficos governantes?
Até quando pagaremos os absurdos impostos e taxas criadas por nossos políticos?
Até quando veremos os bancos terem lucros astronômicos e o governo se ajoelhando a seus pés?
Até quando seremos obrigados a ver e ouvir senadores corruptos trocando ofensas e fazendo o que bem querem com o nosso suado dinheiro?
Até quando ficaremos sem fazer nada?



O vídeo abaixo foi feito por alunos da agência experimental Mais Comunicação, da faculdade de Relações Públicas da Metrocamp/IBTA de Campinas, SP.
Poema Realidade Concreta, de autoria da agência.
Músicas Central do Brasil, de Antônio Pinto e Jaques Morelenbaum e Brasil Corrupção, de Ana Carolina.
Imagens da cidade de Campinas (maio/2009).



10 comentários:

  1. Olá Má, Fabi e Fabiano, também me faço essa pergunta sempre... Até quando?!
    Tenho vergonha dos nossos políticos, do nosso governo. Pagaria meus impostos com prazer se estes fossem realmente aplicados na sociedade, mas sabendo que grande parte desse dinheiro vai para o bolso de pessoas corruptas e estremamente egoístas, pago meus impostos é com tristeza... não temos nesse país nem o básico que é saúde e educação...
    bjos
    Lóren

    ResponderExcluir
  2. Em uma entrevista recente o Senador Pedro Simon foi enfático ao afirmar que ou povo se mobiliza e vai as ruas reivindicar mudanças ou tudo permanecerá como está. Porque se depender deles (Senadores)tudo ficará como está.

    Enquanto o povo não souber o verdadeiro significado da palavra cidadania. Enquanto aceitarmos que um político roube desde que faça alguma obra. Tudo permanecerá do jeito que está.

    O último a sair apague a luz.

    Vanessa Bentzen

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que narração bonita...rsrrsrs!!! Muito lindo ficou esse vídeo, mandamos muito bem!!! Beijos, Flor!

    ResponderExcluir
  4. Quem foi o Anônimo que disse isso? Será a Maíra?? rsrs
    Beijão e obrigada!
    Maísa

    ResponderExcluir
  5. Olá, eu que pergunto: Até quando? o nosso país ainda passa por situações graves,quando isso vai acabar? Esses políticos não dão nem a mínima pro povo, por causa disso, muitas pessoas não tem moradia, saúde, alimentação..
    Esses exemplos são muito importantes na vida de uma pessoa.

    bjss queridas

    ResponderExcluir
  6. Faço minhas as palavras da Vanessa.

    Eu, na minha opinão, acho que nós, o povo brasileiro, estamos muito acomodados diantes de situações que interessam a nós.

    A situação do Brasil está cada vez mais crítica. Cada vez mais surgem novos escandalos envolvendo o nosso senado e cadê o pessoal para reinvindicar? Para cobrar das autoridades, denunciar e fazer valer seu direito de cidadão?
    A questão é, será mesmo que essas pessoas sabem mesmo o que é ser cidadão? Pelo visto, acho que não a maioria.

    Beijos meninas

    ResponderExcluir
  7. Olá Meninas, td bem?
    Muito obrigado por publicarem o meu texto!
    Fiquei feliz e muito lisonjeado!!
    Beijos,

    ResponderExcluir
  8. Nós que agradecemos, xará!
    Parabéns!!! \o/
    Fabi

    ResponderExcluir
  9. Aiiii!
    Eu fico tão, tão(...) qdo veju essas coisas.
    AcHo que não poderia ter pergunta melhor do que a do título do texto:ATÉ QUANDO?
    Vai saber...As vezes pensamos, pensamos e acabamos no início de um vazio sem resposta.

    Beijos flores!

    ResponderExcluir
  10. oii..esta ótimo por aqui... Adorei!!!
    interessantes os assuntos!!!
    tudo de bom pra vocês,
    MA E FABI =]
    S2
    bjos
    ANALAURA

    ResponderExcluir

Pesquisar

Seguir por E-mail

Tags

Amizade Amor Lealdade Maísa Bortoletto Fabiana Ribeiro Saudade Carinho Companheirismo Fé Esperança Poesia Poema Literatura Rubem Alves Dor Perdão Felicidade Paz Mário Quintana Regina Volpato Lya Luft Charles Chaplin Coragem Aniversário Camões Música Anos 70 José Saramago Martha Medeiros Elegância Correria Vida Moderna Mulher Pai Mãe Filhos