segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Se Queres Saber de Mim

Por Débora Cristina Denadai

Se queres saber de mim
não olhes os meus retratos
julgando saber-me assim.

Se queres saber quem sou
não busque nas minhas respostas
quando perguntas aonde vou.

Se queres saber quem é
este que te sorri
não olhe para o homem.

Que não me saberás pelo sorriso,
não me conhecerás pelas respostas,
meus retratos são imprecisos,
a cada dia traço novas rotas.

Se queres porventura, um dia,
entender deste coração,
olhe meus olhos primeiro:
é neles que mora a poesia
que me explica dia após dia
e me mostra por inteiro.

Se queres saber-me de fato,
recomendo-te menos cuidado,
muito carinho, pouca fala,
mais riso e tato, muito tato.

Fotografia: Geisa

4 comentários:

  1. Que lindo meninas!

    "Se queres porventura, um dia,
    entender deste coração,
    olhe meus olhos primeiro"

    Adotei essa frase!


    Beijos Grazi!

    ResponderExcluir
  2. Arrasaram!
    Eu tbém gostei dsso:
    Se queres porventura, um dia,
    entender deste coração,
    olhe meus olhos primeiro:
    é neles que mora a poesia
    que me explica dia após dia
    e me mostra por inteiro."
    Aiii ki tuudããooo!

    Um beijoo amadas!

    ResponderExcluir
  3. Òiaaa!
    Eu consegui postar...
    Tentei hj pela manhã e num tava danduuuu!!
    ÊÊÊ!
    rs rsrs

    ResponderExcluir

Pesquisar

Seguir por E-mail

Tags

Amizade Amor Lealdade Maísa Bortoletto Fabiana Ribeiro Saudade Carinho Companheirismo Fé Esperança Poesia Poema Literatura Rubem Alves Dor Perdão Felicidade Paz Mário Quintana Regina Volpato Lya Luft Charles Chaplin Coragem Aniversário Camões Música Anos 70 José Saramago Martha Medeiros Elegância Correria Vida Moderna Mulher Pai Mãe Filhos