quarta-feira, 14 de abril de 2010

Você é Fã de Quem?

Por Leda Nagle

Eu, por exemplo, comecei cedo... E com os cantores... Conta a minha mãe que, aos quatro anos de idade (isto mesmo, 4 anos) eu pedi meu primeiro disco: era Cauby Peixoto, cantando "A Pérola e o Rubi". Adoro a música até hoje (o que acentua uma característica minha, a fidelidade) e que não esconde meu gosto "popular" ou "cafona", como queiram...
Ainda na infância fiz outra escolha defintiva. Quando vi o Dida jogar descobri meu time e sou Flamengo até hoje... Aliás o Zico também é Flamengo por conta do talento do Dida...
No final da adolescência me apaixonei pela música "Teletema"(Antonio Adolfo e Tibério Gaspar) e também adoro esta música até hoje... Outro dia ouvi numa novela, não me lembro qual...
Quando já estava decidida a ser jornalista me encantei com o texto de um cronista esportivo que depois se tornou um grande escritor, Roberto Drumond. As colunas dele falando do Atlético no jornal Estado de Minas foram muito importantes na minha escolha profissional. E um dia, nervosa, conheci Roberto. Depois o entrevistei muitas vezes, ele sempre generoso, amigo, grandes conversas... Mas, logo na primeira, ele me aconselhou a ter cuidado com a escolha dos ídolos e disse que os dele, eram os escritores latino americanos, que provavelmente não encontraria e, por conta disto, também não se decepcionaria...
Nunca me esqueci a recomendação mas sempre me permiti, ao longo da vida, gostar mais de uns que de outros. Sempre entevistando todos.
Muitos entrevisto. Muitos entrevisto e gosto. Muitos entrevisto e sou fã. Exemplos? O poeta Drummond, Lia Luft, Nélida Pinon, Maria Bethânia, Alcione... E vou parar por aí...
Alguns nunca entrevistei, nem posso me considerar amiga mas tenho uma profunda admiração. Quem? O Boni, por exemplo. É um gênio. Sabe tudo de televisão. Fico tímida perto dele, mal consigo falar, acho mesmo que tenho um ataque de burrice que não me permite ser nem medianamente inteligente perto dele... E toda vez que o vejo me lembro do Roberto Drumond...
Ontem li o Boni, aqui no bloglog, e ele me citou... E eu fiquei feito criança no exato instante em que ganha o brinquedo desejado.... Ou como dizem os mineiros, fiquei boba e feliz e contei pra todo mundo da minha equipe... E me lembrei do Roberto Drumond de novo... E resolvi me entregar... Afinal, blog não é também um confessionário moderno?
Então, fica a pergunta:
- Você é fã de quem?




Página Fonte: Blog da Leda Nagle

Texto enviado por Bruna Jardim.

11 comentários:

  1. Eu admiro tantas pessoas. Tem tanta gente MARA neste mundo. Admiro, inclusive, quem já não está mais aqui.
    Quanto ao conselho dado a moça que escreveu o texto, não sei se a gente escolhe de quem ser fã. A coisa acontece e ponto. Aí precisamos cuidar das nossas expectativas em relação a estas pessoas; não esperar muito; não exigir nada em troca...
    Ser fã é gostar da pessoa e do que ela faz de maneira incondicional; é saber aproveitar o dom, o talento dela a nosso favor - sem sugar.
    Tenho que citar nomes de quem sou fã? Eita... rs

    Na música, sou fã de:
    Renato Russo, Bach, Mozart, Piaf, Elis Regina, Ella Fitzgerald, Ana Carolina, Amy Winehouse, Dolly Parton, Bonnie Tyler, Johnny Cash, Norah Jones, Zeca Balero, Zé Ramalho, Bethânia, Ney Matogrosso, ABBA, Diana Krall, Pachelbel, Roberta Campos...

    Nos livros, crônicas, artigos, poemas e contos:
    Lispector, Drummond, Martha Medeiros, Jeane Hanauer, Quintana, Camões, Morin, Thoreau, Fernando Pessoa, Múcio, Capra, Antoine De Saint-Exupery, Pereira Santiago, Tiago Mendes, Kafka...

    Nas telas (tv e pintura):
    Rê, Jô Soares, Lilia Cabral, Andréa Horta, Esão Andrews, Munch, $$...

    Na vida:
    Senhor Pedro, dona Marli, Fabi, Rê, Roseli Dahlem, Bahia, Lu, Jé, Rô, Tiago, Jeane, Ingrid, Sany...

    Beeeijos, meninas.
    Dai

    ResponderExcluir
  2. Eu sou fã sabe de quem?
    Do BOTAFOGO!!!
    "E ninguém cala esse nosso amor e é por isso que eu canto assim por tí FOGO!"
    O glorioso!!!
    \o/
    Fabi

    ResponderExcluir
  3. Fabi
    O nosso GLORIOSO, campeão desde 1910,
    é Campeão em 2010...
    VIVA NOSSO CAMPEÃO CARIOCA!!!!
    E NINGUÉM VAI CALAR O NOSSO AMOR... POR TI MEU BOTAFOGO. Apesar de tudo Fabi, vale a pena sofrer...rs
    Roberto

    ResponderExcluir
  4. Roberto,
    desde 1907. \o/

    "Como foi composta na década de 1940, seu registro traz “Campeão desde 1910″. Contudo, o primeiro título oficial do Botafogo foi o Campeonato Carioca de Futebol de 1907, que, devido a diferenças entre Botafogo e Fluminense, só foi oficializado em 1996, sendo o troféu dividido pelos dois clubes. Por esta razão é comum ouvir torcedores cantando uma versão modificada: “Botafogo, Botafogo campeão desde 1907″.

    Neste hino, encontra-se também dois dos principais lemas do clube. São eles: “Foste herói em cada jogo” e “Não podes perder, perder pra ninguém”."

    Ninguém, principalmente para o Flamengo, né?! rs

    Beijos,
    Fabi

    ResponderExcluir
  5. Adoreeeeeeeei o post (e a escolha da música), parabéns!!! =)

    ResponderExcluir
  6. Obrigada pela visita e comentário, Úrsula! Beijos,
    Ma

    ResponderExcluir
  7. Faaabi,
    te vi contente quando vi o Botafogo campeão. E, claro, fiquei contente também, oras. =D

    E pensar que eu já torci para o Flamengo. Isto quando eu tinha uns 12 anos. haha Não sei de onde tirei a ideia de ser torcedora do Flamengo. Não conhecia ninguém que torcia. rs.

    Beeeeeijos,
    Dai

    ResponderExcluir
  8. Daaai,
    Fiquei contente mesmo! Agora de novo! ♥

    Olha, eu só torcia pra Seleção Brasileira. Isso quando jogavam bem. Se jogassem mal eu torcia pra outro país. Pq eu achava/acho que os jogadores tem que ter garra, muita vontade... honrar a torcida.
    Vc disse:
    "Não conhecia ninguém que torcia." Não conhecia ninguém que torcia pro flamengo? Isso é uma novidade pra mim.
    Eu conheço a maior torcedora do botafogo, a minha amiga Dani, e confesso que é por causa dela agora tenho um time do coração. rs
    Mas preciso deixar claro que para o flamengo nunca torci. Rum!

    Beijos, Daai!!!
    Fabi

    ResponderExcluir
  9. Bihhh...BotaFOGOS!
    kkkkkkkkkkkkkkk


    Ai gente é tão bom ser fã de alguém né?!
    Eu sou fã de muita gente e de um montee de coisas!
    Fã de gente de longe, fã de gente de perto!
    E como muiito bem falou a Dai, o mais importante é não criar muita expectativa em relação a estas pessoas (ou coisas); não esperar muito; não exigir nada em troca,
    Porque quando se é realmente fã o simples fato desse "algo" existir já nos felicita, já nos basta, ainda que exista milhões de impossibilidades que cercam, que insistem em ficar no peito, fazê-lo doer de saudade.
    Ser fã é ver no outro um pouco de sí.
    È derrepente ouvir aquela música, ler aquele livro, ouvir aquelas palavra e dizer: Nossa! Parece que está falando comigo! ( eu já tive essa sensação milhares de vezes).
    Ser fã é admirar com os olhos do coração.
    Ser fã é Amar.
    E Só.

    Beijos!

    Jay

    ResponderExcluir
  10. Jay, que lindo!!!
    Ah, e parabéns atrasado!
    Beijão,
    Maísa

    ResponderExcluir
  11. Ô Má!
    Obrigadoo duas vezes flor! rs
    Beijoos!

    Jay

    ResponderExcluir

Pesquisar

Seguir por E-mail

Tags

Amizade Amor Lealdade Maísa Bortoletto Fabiana Ribeiro Saudade Carinho Companheirismo Fé Esperança Poesia Poema Literatura Rubem Alves Dor Perdão Felicidade Paz Mário Quintana Regina Volpato Lya Luft Charles Chaplin Coragem Aniversário Camões Música Anos 70 José Saramago Martha Medeiros Elegância Correria Vida Moderna Mulher Pai Mãe Filhos