sexta-feira, 26 de março de 2010

Blackbird

Por Sungha Jung


Sonhar está na essência
Acreditar está na autoconfiança
Alcançar está na persistência.

Pegue estas asas quebradas e aprenda a voar
Você só estava esperando este momento para decolar
Você só estava esperando este momento para ser livre
Você só estava esperando este momento chegar.


Adaptação da música Blackbird - The Beatles - por Maísa e Fabi.

8 comentários:

  1. Má e Fabi,
    Quanto talento esse menino tem!Uau!
    Essa música, lembrou-me do poema de Ricardo Reis (Fernando Pessoa), que ultimamente tem servido quase como um "mantra" para mim :
    Para ser grande, sê inteiro: nada
    Teu exagera ou exclui.
    Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
    No mínimo que fazes.
    Assim em cada lago a Lua toda
    Brilha, porque alta vive.

    Que vocês, assim como agora, voem sempre! E com a persistência que possuem alcancem os seus sonhos.
    Um beijão,
    Cecí

    ResponderExcluir
  2. Uau!
    Blackbird é linda.
    Gostei do que vocês disseram.
    Estão ficando "adaptadêras". rs =D
    Adorei o vídeo. Com mais um pouco de treino, este piazinho vai tocar do mesmo jeito que eu toco. Só falta um pouquinho de treino pra ele, rs. Até parece gente grande tocando. Fera no violão.

    Beijos, meninas.
    Dai

    ResponderExcluir
  3. Cecí,
    somos tantas coisas ao mesmo tempo, né?! Por isso fragmentados.
    Ser inteiros em tudo que fazemos não é fácil se esse tudo for realmente TUDO.
    Hoje enquanto preparava o almoço, corri pra atender o telefone e esqueci o tempeiro do arroz no fogo, deixando dourar além do necessário para que ele fique branquinho, do jeito que eu gosto. Então tive que inventar outra coisa pra usar aquele tempero que quase queimou. Farofa! rs E é meio assim que acontece em outras situações, contornamos quando dá, mas se fizéssemos uma coisa de cada vez, ficaria perfeito. Mas será que é bom perfeito? rs O inusitado faz a gente pensar, transformar... Ter idéias!


    Obrigada, flor!
    Se quem planta, colhe;
    quem procura, acha...
    Então, quem persite, alcança!

    Beijosss,
    Fabi

    ResponderExcluir
  4. Dai,
    o piazinho é seu aluno? Ele tá aprendendo direitinho. rs Na verdade, esse menino deve ter uns 30 anos... é montagem, podes crer. rs
    (Que inveja.) kkkkkkkkkk

    Beijoooos,
    Fabi

    ResponderExcluir
  5. Dai,
    peguei no seu blog:
    “Cada um lê com os olhos que tem. E interpreta a partir de onde os pés pisam.” (Leonardo Boff)

    Amélia, amiga. =/ kkkkkkkk ô dó!

    ResponderExcluir
  6. hahaha

    Também acho que ele tem uns 30 anos, Fabi. rs
    Inveja boua! *-*

    Amélia. haha

    Robertão cantaria pra você, só pra você:
    "Ai, meu Deus, que saudade da Amélia
    Aquilo sim é que era mulher
    (...)
    Amélia é que era mulher de verdade" ♪(8)

    Fabi, cá entre nós, toda mulher deveria ter os dons de Amélia - de Amélia, não de escrava. =]

    Beeeijos, amiga Amélia. rs
    Dai

    ResponderExcluir
  7. Dai,
    viu como interpretei do jeito do Leonardo Boff... Esse cara é O CARA!

    Robertão só pra mim igual cantou pra Hebe? Assim até gostei!


    Isso, Dai, é Amélia e não Isaura. rs

    Beijos, fRooo!
    Fabi

    ResponderExcluir
  8. Aii que fofo é essa criaturinha,
    E toca tão bem!
    E a tradução? Divina!
    "Pegue estas asas quebradas e aprenda a voar".
    Demorô!
    Tô indo agora te encontrar!
    rs rs

    "Ai se sêsse!"

    Beijooos!

    ResponderExcluir

Pesquisar

Seguir por E-mail

Tags

Amizade Amor Lealdade Maísa Bortoletto Fabiana Ribeiro Saudade Carinho Companheirismo Fé Esperança Poesia Poema Literatura Rubem Alves Dor Perdão Felicidade Paz Mário Quintana Regina Volpato Lya Luft Charles Chaplin Coragem Aniversário Camões Música Anos 70 José Saramago Martha Medeiros Elegância Correria Vida Moderna Mulher Pai Mãe Filhos